Saúde Integral

21/06/2018 16h48

MAÇÃ: Pecado é não comer

Maçã, o verdadeiro pecado seria não nos alimentarmos do fruto da sabedoria, antes proibido pelos criadores invejosos, à luz do que agora conhecemos.

Por Eduardo Jaques

Maça
Ma%c3%a7a

Maça

            Tão antiga quanto a História, a imagem da maçã está presente na nossa mente desde o momento em que conhecemos a Criação da Humanidade. Aqui nos referimos à passagem escrita da Gênese, que provém originalmente da Suméria e que mais tarde foi copiada e propagada de forma modificada na cultura judaico-cristã. Foi principalmente a partir daí que ela assumiu status de fruto proibido e de pecado.

            Diria a psicanalista Melanie Klein (1882 – 1960) que quem come do fruto do conhecimento acaba expulso de algum paraíso, fazendo uma menção clara à maçã que Eva ingeriu e que causou a ira dos deuses criadores voltados a manter a ignorância das suas criaturas. Através da ciência contemporânea percebemos, no entanto, que a importância da ingestão da maçã vai muito além da pura metáfora.

            Hoje sabemos que a maçã é uma excelente aliada do processo de emagrecimento, saciando a fome em troca de pouquíssimas calorias da nossa cota diária. Além de ajudar na perda de peso, o consumo diário de apenas uma maçã média com casca já proporciona uma enorme lista de benefícios à saúde. Previne contra o Alzheimer, o Parkinson, a diabetes, a catarata, reduz o colesterol e melhora a saúde do coração. Oportuniza também a prevenção contra câncer de mama, cólon, fígado e pulmão. Promove, portanto, a regeneração celular.

            Para além disso, a maçã nos auxilia ainda a desenvolver a energia vibracional, também conhecida como ki, ch’i, bioenergia, prana, etc. Inúmeras civilizações referem a uma energia, com movimento semelhante ao de uma serpente, que se encontra inicialmente armazenada no centro vibracional da base da coluna e que deveria subir por esta em direção ao centro vibracional da testa, atingindo a glândula pineal para promover nossa evolução... E é justamente este processo que o nosso fruto proibido facilita.

            Ela possui substâncias na sua casca que atuam no cérebro aumentando a capacidade da energia em forma de serpente, nomeada pelos indianos de Kundaliní, ascender até ele. A maçã deixa a nossa energia vibracional de criação centralizada no centro vibracional da testa, independentemente de outros exercícios que façamos para isto, pronta para ser usada por nós em nosso benefício e das pessoas ao nosso redor.

            Abramos nossas visões. Em verdade, verdadeiro pecado seria não nos alimentarmos do fruto da sabedoria, antes proibido pelos criadores invejosos, à luz do que agora conhecemos.

 

Eduardo Jaques

  • Mestre em Reiki. Terapeuta Floral com Certificação Internacional.
  • Facilitador Healingherbs. Apômetra. Iridólogo.
  • Palestrante e escritor.

 

Visão de Luz – Espaço de Atendimento Holístico

Rua Leopoldino João da Rosa, 1280, Praia da Cal – Torres – RS

Fone: (51) 98132-0345

X